Dicionário do Esporte :: Kitesurf

Do inglês, ‘kite’ significa pipa, e ‘surf’, a prática esportiva onde se utiliza uma prancha para deslizar sobre as ondas. Da união dos dois, em 1985, pelos franceses Bruno e Dominique Legaignoux, surgiu o kitesurf – também conhecido por kiteboard, kiting ou, para os mais íntimos do esporte, apenas kite.

Diferentemente do surf, o praticante de kitesurf não depende da força das ondas para se deslocar sobre a água, e sim da força dos ventos. Por isso mesmo, o kitesurf pode ser praticado no mar, em rios, lagos e corpos de água represados. A modalidade absorve conceitos e movimentos de outros esportes aquáticos de superfície, como o windsurfe, o surfe e o wakeboard.

Além de deslizar sobre a água e mudar de direção, a pipa permite voos e manobras mais radicais como saltar e girar no ar. Já foram registrados saltos de até 12 segundos! Acha pouco? Então feche os olhos e conte até 12 imaginando seu corpo flutuando no ar… um vôo assim é de tirar o fôlego.

4 Modalidades de Kitesurf

Kitewave – quando o atleta literalmente ‘surfa’ sobre as ondas com o kite
Kiterace – corridas de velocidade, em alto mar, com prancha específica
Freestyle – a mais radical com muitas manobras, saltos e giros alucinantes
Freeride – a escolhida de quem só quer velejar e curtir o vento no rosto

Equipamento de Kitesurf
A pipa do kitesurfe é específica para a modalidade, embora se assemelhe à asa de um parapente e seja feita com o mesmo material de paraquedas.
Menor e em formato de arco, ela contém tubos infláveis que são usados para produzir a resistência ao vento e criar o efeito propulsor. A parte inflável também permite que ela flutue ao cair na água, facilitando que seja reerguida no ar. Diferentes tamanhos e tipos de pipas e pranchas são utilizados dependendo do tamanho e do objetivo do esportista.
O equipamento é fácil de carregar, com a pipa dobrável acondicionada junto com o resto do material em mochilões. O kit inclui:
Kite – pipa feita com material de paraquedas e formato de asa em arco.
Prancha – pode ser direcional, semelhante à de surfe; bidirecional, com ambos os lados iguais; ou de wakeboard (pouca flutuação).
Cinto – a parte que conecta o esportista à pipa.
Barra de controle – mecanismo de 90cm com qual o praticante controla a direção e a velocidade da pipa e tem um sistema de ‘freio’ para parar a pipa em caso de emergência.
Linhas – três tipos de linhas extremamente resistentes e com pouca elasticidade ligam o surfista à pipa: a kevlar, que controla o kite, a linha de vôo com aproximadamente 30 metros, e a linha de freio.

Benefícios do Kitesurf para a Saúde

A prática de kitesurf traz benefícios à saúde porque você usa todo seu corpo na atividade. Enquanto as pernas são usadas para controlar a prancha e fazer contrapeso à força do vento, braços e abdômen são exigidos para direcionar a pipa e ajudar a manter o equilíbrio sobre a prancha.

Melhores lugares para a prática do Kitesurf no Brasil

A Red Bull elegeu os 5 melhores points no país: a Praia de Cumbuco, no Ceará; o Vilarejo de Atins nos Lençóis Maranhenses, Maranhão; Ilhabela em São Paulo; Arubinha em Araruama, Rio de Janeiro; e a Lagoa do Ibiraquera em Imbituba, Santa Catarina.

Os bons ventos também andam soprando para kitesurfistas em Ponta de Campina, Cabedelo, na Paraíba; São Miguel do Gostoso e a Península de Galinhos, no Rio Grande do Norte; Atalaia e a Praia das Dunas em Aracaju, Sergipe.

Segurança no Kitesurf

Uma das grandes preocupações na prática do kitesurf é a segurança, pois as linhas das pipas de dois ou mais atletas podem se enrolar, causando acidentes, assim como o decolar e pousar das pipas pode machucar banhistas ou o público. Assim sendo, quem pratica deve aprender e realizar seu esporte pensando nos outros. E o público deve apreciar o esporte à uma distância segura.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Outros posts do blog veganway

Sopa de abóbora

Creme de abóbora

A abóbora japonesa é naturalmente cremosa e a Levedura Nutricional sabor Fumaça e Alecrim acrescenta um sabor especial ao prato. INGREDIENTES½ abóbora japonesa de aproximadamente…

Leia »

BOWL BASICÃO

Você já deve ter percebido que a timeline foodie anda bem colorida ultimamente. É um bowl mais colorido que o outro, dá vontade de comer…

Leia »

Leave a reply